Notícias

Incerteza quanto ao término do pagamento de dezembro pode levar a uma greve no serviço público

DSC_0750

Os servidores públicos de Mossoró decidiram marcar assembleias setorizadas no próximo dia 13 para avaliar a proposta apresentada pela Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) quanto ao pagamento dos salários do mês de dezembro do ano passado.

Em audiência realizada ontem com representantes do Sindiserpum, o Executivo propôs a divisão dos pagamentos a partir daqueles servidores que recebem menor valor, sendo que no dia 13, recebem, pela proposta, aqueles que tem rendimentos até R$ 1.200 e em 10 de abril, os que tem valores a receber entre R$ 1.200 e R$ 2.200.

A Prefeitura propôs ainda um novo encontro somente no dia 03 de maio com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum), para avaliar novamente o restante dos pagamentos. A proposta não foi bem aceita pelos servidores, que considerou os prazos muito longos.

“Já esperávamos um fatiamento no pagamento do mês de dezembro, mas não desta forma. A proposta foi muito ruim, principalmente para os(as) professores e parte dos profissionais da Saúde. Apesar do sindicato ter conseguido ampliar a faixa salarial para incluir mais servidores no mês de abril (a proposta inicial era até R$ 1.800,00), essa proposta ainda é insuficiente”, avaliou Marleide Cunha, presidente do Sindiserpum.

No próximo dia 13, os professores e professoras se reunirão em assembleia pela manhã para discutir o não recebimento do mês de dezembro, a jornada extraclasse, a adesão à greve nacional, entre outros pontos da pauta de reivindicação 2017 da categoria. Os demais segmentos, com pagamento atrasado, se reunirão à tarde. O local e hora das assembleias, ainda serão definidos.

No dia 15 está marcada uma Greve Geral Nacional da Educação, contra a Reforma da Previdência, deliberada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, a data, no entanto, é feriado municipal (emancipação do município). Assim, a ideia é que, dia 16 seja feito um grande ato público unificado.  DSC_0683

Sindiserpum assina nota, participa de ato e de audiência pública contra a Reforma da Previdência

Na próxima segunda-feira (20), o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum) participará de uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e de um.

Leia mais

Sindiserpum discute PCCR, segurança nos locais de trabalho e outras pautas com Secretário de Saúde

A diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum) participou nesta quinta-feira (16), de uma audiência com o Secretário de Saúde de Mossoró, Benjamim Bento, onde cobrou,.

Leia mais

Assessoria Jurídica do Sindiserpum ganha causa quanto ao enquadramento dos Agentes de Endemias e avança em relação aos seus FGTS

A assessoria jurídica do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum), por intermédio do advogado Lindocastro Nogueira, tem conseguido, gradativamente enquadrar em suas devidas classes os Agentes de.

Leia mais

Mulheres serão mais prejudicadas com reformas do governo

Organização das mulheres CUTistas é fundamental para barrar retrocessos   Devemos nos unir, juntar forças e lutar para impedir que retirem nossos direitos, afirmou a presidenta da CUT Santa.

Leia mais

Ver mais notícias

Galeria de imagens

11357080_1632813953626973_1640236229211056877_o
Assembléia Geral dos Servidores decidem realizar atividade de greve
10333827_1635325130042522_8068218943028668564_o
Servidores realizam Atividade de Greve na UPA do Santo Antônio
camara
Assembleia, caminhada e Audiência Pública.
DSCF1846
Tô no Pingo da Mei Dia sem um pingo de aumento